Área exclusiva de acesso do associado ANEPS. Para acessar a área restrita da CERTIFICAÇÃO, CLIQUE AQUI

Últimas
Notícias

Números do IPEA apontam para inflação de famílias mais pobres em relação às mais ricas nos últimos dois meses

Alta nos medicamentos puxa o crescimento, seguido pelo aumento nas tarifas de energia elétrica no mês de maio

Fonte: G1 - 15/06/2021 às 11h06

De acordo com o indicador Inflação por Faixa de Renda, que foi divulgado ontem, segunda-feira, dia 14, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), a inflação das famílias mais pobres é maior que a das famílias com renda maior pelo segundo mês consecutivo. O índice demonstra que os preços para os mais pobres também é maior quando verificado o acumulado dos últimos 12 meses.
 

No mês passado, a taxa maior de inflação foi verificado nas famílias de renda muito baixa (menor que R$ 1.650,50), quando registrou-se alta de 0,92% contra a variação de 0,49% das famílias com a renda maior (acima de R$ 16.509,66). Também foi detectada uma alta considerável nas famílias de renda baixa, com vencimentos entre 1.650,50 e R$ 2.471,09 (0,88%), e nas famílias de renda média baixa, com vencimentos entre R$ 2.471,09 e R$ 4.127,41 de renda domiciliar (0,86%).
 

“As famílias de renda mais baixa têm inflação maior pelo segundo mês seguido. Só que por motivos diferentes. Em abril, o foco foi medicamentos. E em maio o foco foi energia elétrica”, explica a economista Maria Andréia Parente, técnica do Ipea responsável pela pesquisa.

 

Saiba mais

 

Compartilhar no

WhatsApp Facebook Twitter

RECEBA NOSSAS NOVIDADES