Informe-se Notícias

No RN, servidores públicos terão margem de empréstimo consignado ampliado

Concessão de crédito também servirá como combustível adicional para a economia do Estado

13 de Janeiro de 2021

O Governo do Rio Grande do Norte aumentou a margem de empréstimo consignado destinado aos servidores públicos estaduais, ativos e inativos, saindo de 30% para 35% do valor total dos rendimentos. A informação foi publicada na terça-feira, dia 12, no Diário Oficial do Estado. Boa notícia para os correspondentes bancários que atuam na região.
 
De acordo com a governadora do Estado, Fátima Bezerra, a gestão tem mantido o pagamento dos vencimentos de cerca dos 107 mil servidores públicos ativos, inativos e pensionistas. Além disso, está trabalhando para manter a concessão de crédito consignado ao funcionalismo público.
 
Ainda segundo a governadora, “a ampliação de margem de consignação de 30% para 35% é uma medida necessária dentro do esforço para organizar as contas públicas e beneficiar os servidores públicos ativos e inativos”. Todo mês, o governo aplica mais de R$ 520 milhões na economia do Estado. A quantia é destinada ao pagamento dos salários de servidores, além de cobrir o atraso nos vencimentos de folhas salariais deixadas pela gestão anterior.
 
Além de ajudar a equacionar as finanças dos servidores, que terão acesso ao crédito com taxas de juros mais acessíveis, a concessão de créditos também servirá como combustível adicional a economia.
 
Saiba mais