Informe-se Clipping

Easyinvest passa a aceitar ações como garantia de financiamento

A corretora Easynvest, que em setembro passou a atuar no mercado de crédito, se prepara para dar um novo passo no segmento já no início deste ano


Fonte: O Estado de S. Paulo - 12 de Janeiro de 2021

A corretora Easynvest, que em setembro passou a atuar no mercado de crédito, se prepara para dar um novo passo no segmento já no início deste ano. A plataforma começará a aceitar que os clientes usem seus investimentos em ações como garantia para tomar empréstimos. Até o momento, são aceitas apenas as aplicações em renda fixa, como CDBs, fundos de investimento e títulos do Tesouro Direto. Hoje, os ativos em renda variável representam 30% do portfólio de investimentos dos clientes da Easynvest.
 
Como está. Desde o lançamento do serviço de crédito, batizado como Easycred, a corretora já concedeu R$ 10,5 milhões em crédito a cerca de 1,8 mil clientes, com taxa média de 1,6% ao mês e prazo médio de 24 meses para pagar. Houve uma forte adesão dos clientes ao serviço nas duas últimas semanas de novembro, período marcado pelas promoções da Black Friday. Só naquela quinzena, com juros reduzidos a 1,29% ao mês, a corretora ofertou R$ 5 milhões em crédito, pouco menos da metade do total.
 
Teto. Além disso, o limite de empréstimo por cliente, que era de R$ 50 mil, foi ampliado para R$ 200 mil. Por enquanto, cerca de 60% dos créditos concedidos são de quantias inferiores a R$ 5 mil. Os investidores podem tomar empréstimos equivalentes a, no máximo, 75% do que possuem investido em renda fixa e 35% do que têm aplicado em renda variável, porcentual este que deve subir para 50% a partir de abril.