Informe-se Clipping

Sebrae quer mais crédito para pequeno negócio

Presidente da entidade, Carlos Melles diz que 2020 deixou claro peso das micro e pequenas empresas para a economia e que este ano crédito e produtividade serão chave para o setor


Fonte: Valor Investe - 11 de Janeiro de 2021

A disponibilidade de crédito, aliada a políticas de aumento da produtividade, será a chave para a recuperação de micro e pequenas empresas em 2021, disse o presidente do Sebrae, Carlos Melles, ao Valor. Esse processo, defende ele, passa pela retomada do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) como iniciativa permanente neste ano.
 
Entre os pontos considerados prioritários pela entidade estão também a criação de um novo programa de parcelamento tributário (Refis) para as micro e pequenas empresas; a prorrogação, por mais três meses, do programa que permitiu a suspensão de contrato e redução de jornada de trabalhadores; e o lançamento de novos editais para adesão de empresas do Simples Nacional à transação tributária.
 
O acesso ao crédito foi a grande dificuldade enfrentada pelos pequenos negócios em 2020, afirmou Melles. Os programas criados ao longo da crise ajudaram a destravar as concessões, mas a oferta ainda ficou aquém do necessário para suprir a demanda das empresas. “Como não deverá ser mais possível ter o auxílio emergencial, é provável que o incremento de crédito seja a política adotada para a retomada do desenvolvimento.”