Informe-se Blog

Saiba quem são e como trabalham os agentes de crédito consignado

27 de Março de 2020

O agente de crédito é o profissional que atua nos processos de concessão de crédito em uma empresa promotora de crédito ou correspondente bancário. Ele pode ser funcionário ou prestador de serviços, mas necessariamente precisa obter a Certificação Profissional exigida pelo Banco Central do Brasil.
 
Dentre as funções mais comuns desempenhadas pelo agente de crédito está a análise de documentação, ofertas de empréstimo, cobranças, além de estudar a melhor maneira para os clientes efetuarem o pagamento. No Brasil, existem cerca de 1,5 milhão de profissionais trabalhando nessa função.
 

Agente de crédito consignado

Para os profissionais que atuam no setor do crédito consignado, é importante seguir alguns passos para conduzir o cliente a fechar o empréstimo da melhor forma. Em primeiro lugar, é necessário conhecer as regras dessa modalidade para poder operar, além de, é claro, saber qual o perfil do cliente que está lidando. Hoje, o volume do crédito consignado representa cerca de R$ 30 bilhões de dinheiro emprestado, de acordo com o Banco Central.
 
Esta modalidade de crédito tem o valor das parcelas descontado diretamente do benefício do aposentado, pensionista ou do salário do servidor público, e não deve ultrapassar 35% da quantia. As taxas de juros nominais, por sua vez, são as menores do mercado entre as linhas do crédito pessoal e devem ser inferiores a 2,08% ao mês. 
 
Portanto, oferecer uma informação de qualidade, dizer ao cliente como o empréstimo pode ajudá-lo a quitar dívidas, fazer uma abordagem bem feita, ser transparente e esclarecer todos os pontos, são algumas das indicações para os agentes de crédito poderem trabalhar com segurança e em conformidade com a lei. 
 

Certificação é obrigatória

A categoria foi reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego em 2009. Mais tarde, o Banco Central determinou, através da Resolução 3.954/2011, que todos os agentes de crédito devem possuir a certificação de um Instituição reconhecida pelo Bacen, como a Aneps. Para obter a certificação é necessário realizar uma prova. Clique aqui para acessar o site da Certificação Aneps. A certificação para estes profissionais é obrigatória em 2014, a fim de atestar os conhecimentos capacidade técnica do profissional.
É importante lembrar que esta licença de trabalho é individual e intransferível.
 

Risco contra fraudes

Quando se trata de fraudes, todo o cuidado é pouco, principalmente envolvendo o crédito consignado. Segundo dados do Ministério da Justiça, de 2017 até fevereiro de 2019, o INSS registrou 149,8 mil reclamações sobre contratos desse tipo. O órgão era responsável por armazenar as queixas, mas, agora, a responsabilidade é do portal consumidor.gov.br. Entre os casos mais comuns está o estelionato contra aposentados. A maioria deles, idosos.
 
Para reduzir estes riscos, a melhor prevenção é capacitar a equipe de agentes de crédito e exigir que todos estejam certificados. A medida é uma das formas mais eficazes de se enfrentar o problema, tanto para o cliente, quanto para o correspondente bancário. Já que, deste modo, é possível rastrear os responsáveis pelo contrato de empréstimo.