Notícias Notícias

Banco Central reduz taxa básica de juros para 6% ao ano

Corte na Selic deverá estimular a demanda por empréstimos

01 de Agosto de 2019

Com a inflação controlada e aprovação da Reforma da Previdência em primeiro turno, o Banco Central anunciou ontem (31/07) a queda da taxa básica de juros (Selic) de 6,5% para 6%. O anúncio foi feito durante a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). 
Os correspondentes que atuam no segmento do crédito comemoraram a baixa da Selic, pois o corte nos juros deverá estimular a demanda por empréstimos. Na esteira da novidade, diversos bancos anunciaram reduções nas taxas de juros cobradas.
 
De acordo com a instituição, essa deverá ser a primeira de uma série de reduções que dependerão do andamento dessa e de outras reformas na área econômica. A expectativa do mercado financeiro é de que haja um corte nos juros próximo de 5,5% ao ano no final de 2019. "O Comitê avalia que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo”, diz o BC em seu comunicado.
 
O Banco Central americano Federal Reserve (Fed) também cortou a taxa de juros, para uma faixa de 2 a 2,25%.  Foi a primeira redução desde a crise financeira de 2008.
 
Apesar do cenário econômico que apresenta leves sinais de melhora, o BC havia condicionado um corte na taxa à continuidade da agenda de reformas e, segundo a instituição, uma eventual frustração das expectativas de aprovação da Reforma da Previdência pode elevar a trajetória de inflação.
 
Na avaliação do economia do Santander, Jankiel dos Santos, a redução das taxas redução de juros muda apenas se a reforma da Previdência não passar no Senado ou se as demais economias globais encerrarem o ciclo de cortes. Contando com a aprovação da Reforma, O BC diz que as expectativas de inflação estão abaixo das metas para 2019 e 2020. Além disso, a instituição financeira projeta mais dois cortes neste ano, o que levaria a taxa a 5% ao final de 2019, patamar que deve ser mantido no ano que vem.
 
Na íntegra https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/07/copom-reduz-taxa-basica-de-juros-para-6-ao-ano-primeiro-corte-em-16-meses.shtml