Notícias Notícias

Banco Central abriu consulta pública para Segurança cibernética

Medida visa fortalecer a prevenção e o tratamento dos incidentes relacionados ao ambiente digital - 20 de Setembro de 2017

Nesta terça, 19 de setembro, o Banco Central (BC) abriu consulta pública sobre proposta para a implementação, por parte das instituições financeiras, de política de segurança cibernética e sobre os requisitos para a contratação de serviços de processamento e armazenamento de dados e de computação em nuvem.
 
A minuta que integra o Edital de Consulta Pública 57/2017, publicado ontem (19), estabelece o conteúdo mínimo da política de segurança cibernética, incluindo exigências contratuais mínimas. Além disso, são definidas exigências quanto ao tratamento dos incidentes relacionados ao ambiente digital. As instituições devem, ainda, desenvolver ações para o compartilhamento de informações sobre esses incidentes.
 
Essa iniciativa de regulação leva em conta a crescente utilização de meios eletrônicos e de inovações tecnológicas no setor financeiro, o que requer que as instituições tenham controles e sistemas cada vez mais robustos, especialmente quanto à resiliência a ataques cibernéticos. Nessa linha, a proposta de regulamentação busca fortalecer, nas instituições reguladas, a prevenção e o tratamento dos incidentes relacionados ao ambiente cibernético.
 
O processo de consulta pública será encerrado no próximo dia 21 de novembro.