Imprensa Notícias

Acesso ao crédito aumenta intenção de compra do campo-grandense

Pesquisa de intenção de consumo aponta ainda que campo-grandense sente mais segurança no emprego
Fonte: CAMPO GRANDE NEWS - 24 de Março de 2017

A intenção de consumo do campo-grandense está aumentando e em março, chegou a 80,6 pontos - 1,4 ponto acima dos 79,2 pontos registrados em fevereiro. O registro é melhor ainda que março de 2016, quando o percentual chegou a 76,2 pontos, segundo pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) divulgada nesta quinta-feira (23).

 

“Embora ainda na chamada zona negativa, o índice é o mesmo apresentado no mês de dezembro, que superou a média ao longo dos meses de 2016", explica o presidente da Fecomércio-MS, responsável pela pesquisa, Edison Araújo.

 

Reação também em outro índice apresentado na pesquisa, o da confiança no emprego. Entre os entrevistados, 30,2% respondeu se sentir mais seguro no emprego em relação ao mesmo período do ano passado; 18,5% menos seguro e 26% igual ao ano passado. Outros 24% respondeu estar desempregado. O índice representa 7% de melhora, comparado ao mês anterior.

 

A avaliação de renda apresentou retração. A pesquisa apontou que apenas 18,5% percebeu melhora na renda no mês, comparado aos mesmo período do ano passado, contra 30,7% que sente que houve piora na remuneração e outros 50,2% acredita que a situação está estagnada no período.

 

Já o acesso ao crédito, tanto para empréstimos, quanto para compras a prazo apresentou evolução, de acordo com o levantamento, quando 9,3% acredita estar mais fácil adquirir crédito; 37% mais difícil e 33,4% percebe a situação de manira igual a março de 2016. Contudo, mesmo com índice ainda baixo, a pontuação geral cresceu no último trimestre. Em janeiro, a avaliação geral de acesso ao crédito pontou em 68,9 pontos. Em fevereiro o índice alcançou 69,1 pontos e em março, aumentou para 72,4 pontos.