Imprensa Notícias

Fazer um crédito à habitação não estava tão barato desde 2003

As taxas de juro que determinam o valor da prestação da casa dos novos créditos estão em níveis mínimos dos últimos 14 anos.
Fonte: DINHEIRO VIVO - 15 de Março de 2017

Os números hoje divulgados pelo Banco de Portugal mostram que os juros associados aos novos empréstimos à habitação se situaram em janeiro nos 1,78%. Tratase


do valor mais baixo desde que esta série de dados foi criada (janeiro de 2003). Isto significa que há, pelo menos, 14 anos que fazer um crédito para comprar casa não estava tão barato.


Recorde-se que esta tendência de descida dos juros tem sido uma constante nos últimos anos e reflete a evolução das taxas Euribor que servem de referência para o cálculo das prestações da casa.

 

Analisando os montantes concedidos, em janeiro verificou-se uma quebra dos valores emprestados pelos bancos às famílias. No que diz respeito


ao crédito à habitação, os bancos concederam 533 milhões de euros às famílias em janeiro, menos 73 milhões (ou 15%) do que o verificado no mêsanterior.


Também no que diz respeito ao crédito ao consumo se verificou um abrandamento dos montantes concedidos (foram emprestados 297 milhões de euros em janeiro, contra os 360 milhões concedidos em dezembro).